Comissão de Culto reúne músicos para revisar cifras do Hinário Luterano

Encontro aconteceu de sexta-feira a domingo, no Seminário Concórdia, em São Leopoldo, RS

Comissão de Culto reúne músicos para revisar cifras do Hinário Luterano

Encontro também contou com parte prática, utilizando instrumentos musicais

Músicos da IELB estiveram reunidos, de sexta-feira (20/02) a domingo (22/02), para revisar cifras e partituras dos hinos que fazem parte do Hinário Luterano. O evento foi organizado pela subcomissão técnica do HL, que está viabilizando a reedição do Hinário Luterano, em auxílio à Comissão de Culto.

A reunião ocorreu no Seminário Concórdia, em São Leopoldo e teve a presença da vice-presidente de Comunicação, Aline Koller; do pastor Nilo Wachholz, editor da IELB; do pastor Waldemar Garcia Carvalho Jr., gerente da Editora Concórdia; do professor Rev. Raul Blum, integrante da Comissão de Culto; do músico Ábner Elpino Campos, responsável pelo trabalho técnico (editoração das partituras) para a reedição do Hinário Luterano; e dos músicos convidados: Axel Bergstedt, Paulo Henrique Winterle e Rev. Paulo Brum.

O professor Raul Blum iniciou o encontro fazendo um breve resgate histórico do canto congregacional dentro da IELB. O primeiro hinário em português, edição não oficial, foi o “Hymnos e Orações”. O Hinário Evangélico Luterano foi editado a partir de 1938 e teve reedições e acréscimos já em 1938, depois em 1947, 1949 e 1974. Atualmente, a IELB conta com a edição do “Hinário Luterano” de 1986 e os cancioneiros (Todos os Povos O Louvem, Celebrai e Louvai ao Senhor). Ele destacou que "este é um momento histórico e importante de transição que está acontecendo na igreja".

A nova edição do Hinário Luterano está sendo preparada para estar dentro dos padrões internacionais, inclusive com a possibilidade de ser publicado em meio digital, como aplicativos para tablets e smartphones. O músico Ábner Campos, que está fazendo esse grande trabalho de busca, atualização e organização dos dados e direitos autorais, também mostrou aos participantes detalhes de sua pesquisa. “Dos 573 hinos presentes na atual edição do HL, apenas 13 são de domínio público. Os demais (560) possuem direitos garantidos, na maioria das vezes em função das traduções para o português ou do texto original. Algumas melodias e arranjos também estão protegidos por direitos autorais. Em alguns casos percebemos inconsistência ou informações errôneas sobre autorias, nesses casos procuramos corrigir tais erros, fornecendo informações atualizadas e fidedignas para a nova edição do HL”, explicou.

Após as devidas apresentações, os presentes iniciaram o processo de revisão das cifras para a nova edição, objetivo central da reunião. Foram estipuladas diretrizes para que os acordes sugeridos sirvam à realidade dos músicos das Congregações, respeitando a estética musical de cada hino. Os mesmos foram executados concomitantemente ao órgão, teclado e violão, onde os acordes puderam ser experimentados. O intuito é que a futura edição seja prática e que sirva tanto para a Congregação, em geral, quanto para seus executores (organistas, tecladistas, violonistas, coristas, dentre outros).

RECEBA O CONTEÚDO EM PRIMEIRA MÃO

Assine nossa newsletter

Acompanhe nossas redes sociais

CADASTRAR

NEWSLETTER

x

Olá, queremos ter seu cadastro completo! Por favor preencha as informações abaixo.

(51) 3332.2111

Avenida Coronel Lucas de Oliveira, 894
Bairro Mont' Serrat - CEP: 90440-010
Porto Alegre, RS

Veja como chegar