No lombo de um animal ou no clique de um celular:


Ler em formato flip
11/05/2021 #Meditação #Editora Concórdia

O Evangelho é proclamado!

No lombo de um animal ou no clique de um celular:

Era 1930. O pastor Emílio Schmidt, nos estados do Espírito Santo e Minas Gerais, se locomovia mais de 60 horas, entre trem, ônibus e lombo de animal para anunciar o evangelho. Chegando aos locais, era acolhido por famílias que lhe ofereciam, durante dias, alimentação e hospedagem. Tudo para que a palavra e os sacramentos pudessem chegar às pessoas que lá estavam, ansiosas, esperando pelo pastor. Assim conta meu avô, Frederico Pieper, de 104 anos, que ainda reside em Itueta, MG.

Estamos em 2021. Amanhece o dia, o pastor está de pé. São tempos difíceis. A pandemia tem causado muito sofrimento a todos. Ele abre sua Bíblia, escreve uma meditação e grava uma pequena mensagem. Em menos de uma hora, ele dispara essa mensagem para vários grupos do WhatsApp. Com um simples clique, homens, mulheres e jovens a compartilham com seus contatos. Graças a esse trabalho conjunto, o evangelho chega a muitas pessoas nesse tempo de pandemia.

O que essas histórias têm em comum? O lema que acompanha a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) desde a década de 1990 resume bem: CRISTO PARA TODOS! Elas são exemplos do que o reformador Martinho Lutero disse: “É necessário sempre pregar àqueles que a pregação ainda não foi feita, assim que o número dos cristãos possa aumentar”, pois a “palavra não volta vazia”, diz Deus através do profeta Isaias ( Is 55.11).

A missão de Deus, salvar todos, é o grande desafio da igreja, pois ela existe como instrumento da missão de Deus no mundo. A igreja é mais do que uma comunidade de crentes reunidos. Além de muitas coisas, ela é chamada pelo Espírito Santo com o propósito de servir a Deus e sua missão.

Desde a sua fundação, a IELB tem crescido muito no conceito de missão, mas sabemos que ainda precisa continuar crescendo, pois missão é a proclamação do evangelho de Jesus Cristo onde quer que seja e a quem quer que seja.

Mas, quem é a IELB? Seria o pastor? Seria a Diretoria Nacional? Seria o templo construído de tijolo e cimento? A diretoria da congregação? Quando falamos em IELB, estamos falando de quem?

Na convenção de 2014, houve um significativo avanço com a divisão das incumbências dos componentes da Diretoria Nacional por áreas de ação. Certamente a estrutura administrativa também é instrumento da missão de Cristo, e não um fim em si mesma.

Segundo Lutero, “Graças a Deus, uma criança de sete anos sabe o que é a igreja, a saber, os santos crentes, os cordeirinhos que ouvem a voz de seu pastor”. A IELB somos eu e você. São todos os cordeirinhos que ouvem a Palavra. E, movidos por ela, se empenham em levar Cristo para todos. Seja no lombo de um animal ou por um clique no celular. Cristãos que constantemente são sensibilizados pela pura Palavra de Deus a viver o Cristo encarnado e consolar os aflitos, mostrando a eles a alegria de viver o perdão e a boa nova da salvação em Jesus, pois o “evangelho, é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” ( Rm 1.16). 

Para que a voz do bom pastor seja ainda mais ouvida, precisamos sair de uma postura de acomodação para que não somente nossas palavras, mas nossos gestos e nossa vida expressem nosso comprometimento com a causa de Cristo, pois a missão é de longe "a melhor obra" dos cristãos.

Cristo é para mim, para você e para todos que o Senhor, através de nós, puder alcançar!

Heder Frederico P. Gumz

Vice-presidente de Expansão Missionária da IELB

Assine o mensageiro luterano e fique por dentro dessa e outras notícias

Já é assinante?

Não sou assinante

Notícias Leia mais


Assine o Mensageiro Luterano e
tenha acesso online ou receba a
nossa revista impressa

Ver planos