Edgard Athanasio Krieser


Ler em formato flip
11/06/2021 #Artigos #Editora Concórdia

Eméritos

Edgard Athanasio Krieser

Ao meu querido pastor Krieser,

Dedico-lhe este artigo. Talvez o senhor não imagine como foi importante para a minha vida e para o meu ministério. Mas aqui vão algumas lembranças:

O senhor foi o meu pastor durante o meu tempo de estudo no Seminário, principalmente a partir do colegial até o final dos meus estudos (1966-1972). Eu ia todo o final de semana de Porto Alegre a São Leopoldo para a casa do meu cunhado Hugo e da minha irmã Dóra. Fazia a mochila na sexta-feira de tarde e voltava ao seminário domingo à noite ou segunda de madrugada, junto com outros colegas, dependendo da programação da juventude.

E é aqui o ponto alto em que quero chegar: A nossa Juventude Concórdia, a JUCA, como era o nosso nome de guerra. O senhor soube nos dirigir bem nos estudos bíblicos e devoções, e depois nos dar a liberdade de desenvolver nossas atividades e criatividade. As competições esportivas e culturais do Distrito nos estimulavam, e dávamos o melhor de nós. Não havia restrições da sua parte, mas uma supervisão sutil que nos estimulava à liderança e à responsabilidade.

Jovens vinham de Esteio, Niterói, Porto Alegre, para participar da JUCA. Havia uma ótima integração com os jovens da comunidade. Tínhamos o jornalzinho “Vozes da JUCA”, com devoções, reflexões e humor, onde desenvolvemos o dom de escrever artigos. Uma coleção deles está guardada hoje no Instituto Histórico da IELB.

Na JUCA, com sua liderança, foram preparados um vice-presidente da JELB e depois vice-presidente e presidente da IELB; uma secretária da JELB; um diretor do Seminário e depois presidente da IELB; um vice-presidente da IELB e hoje diretor da Hora Luterana para a América Latina; um presidente do Conselho Administrativo da Hora Luterana e vice-presidente da LLLB; um professor muito respeitado de Cultura Religiosa na ULBRA; um membro da direção da ULBRA; um pastor que se destacou na área de Serviço Social; uma integrante da Diretoria Nacional da LSLB; e muitas outras lideranças em congregações e departamentos de servas.

Nossa ligação pessoal vai mais longe: o senhor e dona Ilda levaram a Lídia e eu, após a festa de nosso casamento em Santa Cruz, para São Leopoldo, para começarmos a nossa lua de mel. E foi no mesmo Ford Corcel vermelho que viria a ser depois meu primeiro carro, comprado do senhor por um preço de pai para filho.

A última vez em que nos encontramos foi no culto do Centenário da IELB, quando o senhor, como um dos patriarcas da IELB, encerrou o culto nos dando a bênção, ao lado dos pastores G. Luedke e J. L. Wentzel, ambos já na glória.

Com certeza, muitos outros congregados dos lugares pelos quais o senhor passou poderiam dar o seu testemunho, de como o senhor foi importante na vida de cada um. A Palavra que pregou do púlpito, que ensinou na instrução de confirmandos e nos departamentos de jovens, servas e leigos, que compartilhou junto ao leito dos enfermos e moribundos – esta Palavra consolou, orientou e levou muitos a conhecerem a Verdade, que é Jesus.

Hoje o senhor está com mais de cem anos, sendo o pastor mais idoso da IELB. Esta é uma graça de Deus concedida a poucos.

Pastor Krieser: Deixo aqui a minha gratidão a Deus por ter tido o senhor como meu pastor durante uma fase muito importante da minha vida. Termino com um cântico que cantávamos seguido em São Leopoldo, quando eu era professor da Escola Dominical junto com a sua filha Gladis:

Havemos de encontrar-nos, além do Jordão, que belo será,

Havemos de encontrar-nos, além do Jordão, alegrias há.

Se tu chegares primeiro que eu, oh! diga que eu também chego lá.

Havemos de encontrar-nos, além do Jordão, alegrias há.

 

Carlos Walter Winterle

(com o apoio da família Krieser, da secretaria e do Instituto Histórico da IELB).

 

Pastor EDGARD ATHANASIO KRIESER

Data de Nascimento: 01/09/1920, em Santa Rosa, RS

Data Ordenação: 06/12/41 (completará 80 anos de ordenação este ano)

Data Casamento: 20/05/1944

Esposa: Ilda Carmen Scheidt

Filhos: Norma, Gladis, Gilberto e Paulo; oito netos e quatro bisnetas

Enviuvou em 06/03/1988

Segundas núpcias: 16/09/1994

Esposa: Ivani Bohmann Moraes Krieser

Enteados: Paula e Regis; um neto

Locais em que serviu:

Papagaios Novos, PR (e várias outras congregações da região) – 1942-1954

Joaçaba, SC – Santíssima Trindade – 1955-1966

São Leopoldo, RS – Concórdia – 1966-1979

ULBRA – professor de História das Religiões nas Faculdades Canoenses (depois: ULBRA), onde trabalhou em várias funções, de 1978 a 2012

Emérito desde 2004 (centenário da IELB)

Mora em Balneário Camboriú, SC

Assine o mensageiro luterano e fique por dentro dessa e outras notícias

Já é assinante?

Não sou assinante

Carlos Walter Winterle

Pretória, África do Sul cwwinterle@gmail.com

Notícias Leia mais


Assine o Mensageiro Luterano e
tenha acesso online ou receba a
nossa revista impressa

Ver planos